Ricardo Araújo Pereira comprou os livros “para miúdos espertos e miúdas estúpidas”

Uma opinião informada, por parte de alguém que viu os livros na íntegra. No entanto, não concordo com a análise. Qual a necessidade de criar cadernos de atividades diferenciados por sexo? A tomar esta opção, quanto a mim arriscada, estereotipada e criticável, a coordenação editorial tem que ter o cuidado de verificar o resultado final para confirmar que os conteúdos são equiparados.

 

Ricardo Araújo Pereira comprou os livros “para miúdos espertos e miúdas estúpidas”

Humorista arrasa a polémica da última semana com os blocos de atividade da Porto Editora e a opção do Governo em recomendar a retirada destes do mercado

Source

1 ComentárioLeave a comment

  • Haver “cadernos de actividades”, para miúdos e miúdas de 4, 5 e 6 anos é uma parvoíce… haver cadernos de actividades, às cores e, para “rapazes e meninas” (acho que é assim…) ainda é mais parvo…O RAP teve piada mas não tem razão em desvalorizar a questão…

Adicionar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado no Comentário. Os campos de registo obrigatório são identificados por *

Loading...